Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

riscos_e_rabiscos

.

.

A ética profissional de alguns colegas.

Este ano há um professor novo lá na escola. Já lá tinha estado mas saiu e este ano, com um ranço do caraças, voltou a ser lá colocado.

A turma que tem sob a sua alçada, tem vários alunos complicado e especialmente um que é doente e a par da doença uma má criação anormal (fruto de lhe passarem a mão na cabeça e ser o coitadinho e ele ter esperteza suficiente para se aproveitar disso).Lembram-se deste post?

 

O ano lectivo passado fez-me a vida negra. Tive toda a paciência do mundo, engoli muita porcaria, engoli ainda mais e tive uma pena daquela turma com ainda não tive de nenhuma. Nunca em 18 anos de aulas encontrei um aluno deste calibre, que mostrasse tanta falta de respeito por tudo e todos, que nada lhe agrada e que faz a vida negra a tudo e todos. Assim sendo, não aceita ou respeita nada do que lhe digo (regras? que é isso? obeceder, acatar, o que é isso?), acha que pode fazer o que quiser e nem respeito à directora da escola mostra. Nem quando dei aulas num dos piores colégios da Casa Pia a alunos de currículos alternativos me deparei com isto.

 

Houve uma aula em que eu tive de ser mais teórica para poder explicar uma matéria aos miúdos e até os alertei para isso, que não podia ensinar aquilo sem ser assim. Levei 90 minutos a ouvir "que seca!". então não haveria de ser seca, principalmente se não se faz nada na aula, que só lá se está para avacalhar é que nem participa em qualquer actividade na aula.!!!!

 

Quando encontrei o meu colega quis contar-lhe o que se passou, porque já estava a ver acontecer o mesmo cenário do ano passado. Nesse dia, o gajo não podia. No dia seguinte quando me encontrou, veio ter comigo e nem me deixou falar. começou logo a cascar em mim e a dar-me lições de moral como se eu fosse uma grande burra e uma merda qualquer que ali fosse dar aulas, que nem formação tinha. O mais ridículo é que até me quis ennar a dar aulas!!!!!!

 

Percebi logo o calibre dele e resolvi não embater de frente com ele. Jurei a mim mesma que da minha boca nunca mais haveria nenhum comentário acerca do que quer que fosse da turma e conversa com ele é bom dia, boa tarde" de o vir de frente, caso contrário não merece sequer que fale para ele.

 

Hoje, durante o intervalo, vieram os miúdos dizer-me "Ó teacher, o professor disse que os meses em inglês se escrevem com maiúscula". Isto porque eles têm uma parte na sala dedicada só à minha disciplina. Quando eu ouvi isto fiquei estupefacta!!! Realmente está lá uma folha com os meses e não começam por letra maiúscula porque toda a palavra é escrita em MAIÚSCULA! Além do mais, os miúdos sabem isso. Eu fecho um bocadinho os olhos a isto porque não é a coisa mais importante do mundo e que na cabeça dos miúdos faz muita confusão devido ao acordo ortográfico na língua portuguesa.

 

Então este gajo não sabe que este tipo de coisas não se faz, que é desautorizar os outros professores? Então é o super professor, superior a todos os outros e as lacunas de aprendizagem na turma são gritantes? É tão superior, tão superior que não teve tomates para vir falar comigo e confrontar-me? Pois é caro colega, o pouco respeito que me merecias, foi ralo abaixo! Gente como tu merece todo o meu desprezo. queres marrar comigo, marra à vontade. Tenho as costas largas!

 

Só me faltava mais esta!

2 comentários

Comentar post